Notícias

Varejo digital deve faturar R$ 16,5 bi no 2o trimestre

24 de maio de 2019

Os brasileiros devem realizar ainda mais compras pela internet no segundo trimestre deste ano. O e-commerce deve movimentar R$ 16,5 bilhões entre abril e junho, crescimento de 18% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com estimativas, divulgadas, ontem, pelo Compre&Confie – empresa de segurança digital referência em inteligência de mercado

O otimismo do consumidor com o e-commerce tem sido observado desde o início do ano: no primeiro trimestre, o volume de compras online apresentou crescimento de 19% em relação ao mesmo período de 2018 e faturou R$ 16,1 bilhões. “Alguns fatores que explicam o otimismo do brasileiro com o comércio online em 2019 são os preços praticados, o crescimento da confiança nos grandes Marketplaces e a gradual retomada econômica, que propicia um ambiente eficaz para acelerar as vendas em 2019”, afirma o diretor executivo do Compre&Confie, André Dias.

Fatores
Os bons resultados são reflexo do aumento do número de pedidos feitos pela web. Ao todo, o Compre&Confie estima que 37,9 milhões sejam feitos durante o 2º tri – aumento de 15% em relação ao mesmo período do ano passado. “A entrada de novos consumidores dentro desse mercado e o aumento da confiança do consumidor são algumas das razões para esse incremento significativo”, comenta Dias.

Deixando de lado o cenário macro para analisar as compras individuais, o Compre&Confie estima aumento de 2% no tíquete médio, chegando aos R$ 436,00. “Apesar do aumento de consumidores, o perfil de compradores tem pouca variação, contribuindo para que o valor das compras se mantenha razoavelmente estável, acompanhando a inflação”, finaliza o executivo.

A empresa
O Compre&Confie é uma nova empresa da ClearSale, referência em inteligência de mercado e líder no mercado antifraude para e-commerce. A companhia monitora vendas reais de mais de 80% do varejo digital brasileiro e tem o objetivo de gerar a maior rede de confiança online do Brasil por meio de produtos para varejistas (B2B) e consumidores (B2C). Com foco no varejo, indústria e mídia, a empresa oferece uma metodologia de captura de dados de vendas online em tempo real para que seja possível acompanhar as vendas no comércio eletrônico de maneira muito precisa. Além disso, os varejistas online são beneficiados com um selo de reputação, obtido pela avaliação dos consumidores online.

Para os consumidores, a companhia oferece um serviço 100% gratuito por meio do aplicativo Compre & Confie. Com ele, é possível monitorar o uso do CPF nas compras realizadas no mercado online e notificar compras indevidas. Também é possível ter acesso a pesquisas de satisfação para avaliar a experiência de compra em lojas online e, a partir das respostas, receber cupons e concorrer a prêmios semanais.

http://www.oestadoce.com.br/economia/varejo-digital-deve-faturar-r-165-bi-no-2o-trimestre

Comentários estão fechados.