Notícias

Policiais militares do Ceará encerram motim após 13 dias.

2 de março de 2020

Policiais militares do Ceará encerram motim após 13 dias.

Setores da Polícia Militar do Ceará organizaram motim por aumento de salários  -  Governo do Ceará

Após 13 dias de paralisação, policiais militares decidiram encerrar na noite de hoje o motim que resultou em um aumento da criminalidade no estado. A informação foi confirmada ao UOL por representantes dos policiais militares. Representantes do governo e dos amotinados chegaram a um acordo que não prevê anistia. Os processos disciplinares sobre os PMs que participaram do movimento serão acompanhados por uma comissão externa formada por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Pública e do Ministério Público para que seja observado o devido processo legal em cada caso….

Segundo a Defensoria Pública, o acordo fechado prevê que:

* Os policiais militares contarão com o apoio de instituições extra-governamentais, como a OAB, Defensoria Pública e Exército;

* Os agentes terão direito a um processo legal sem perseguição, com amplo direito a defesa e contraditório, e acompanhamento das instituições de apoio;

* O governo do Ceará não vai transferir policiais que tenham relação com o movimento para o interior do estado em um prazo de 180 dias, contados a partir do fim do motim;

* Revisão de todos os processos adotados contra policiais militares durante a paralisação;

* Garantia de investimento de R$ 495 milhões com o salário de policiais até 2022;

* Desocupação de todos os batalhões onde havia policiais amotinados até 23h59 deste domingo;

* Os policiais militares devem retornar ao trabalho às 8h desta segunda-feira (2)… –

Clique aqui e veja matéria completa na:
Resultado de imagem para uol

Comentários estão fechados.