Notícias

Obras começarão em 2009 – rua das praças

18 de outubro de 2008

Com recursos de R$ 3 milhões, o centro histórico de Fortaleza vai virar um canteiro de obras, a partir do próximo ano.

Encontro: José Pimentel disse que o projeto é uma solução para os feirantes do Beco da Poeira  ADRIANA PIMENTEL

Encontro: José Pimentel disse que o projeto é uma solução para os feirantes do Beco da Poeira ADRIANA PIMENTEL

“O Rua das Praças é um projeto que a Câmara de Diretores Lojistas (CDL) defende e espera com entusiasmo pela sua execução. Também se integra ao Metrofor e toda a revitalização da Praça José de Alencar e Lagoinha”. A afirmação é do ministro da Previdência Social, José Pimentel, ao participar, ontem, de um almoço na CDL Na ocasião, discutiu a implantação do projeto “Rua das Praças”, dentro do compromisso de revitalização do Centro de Fortaleza.

O ministro Pimentel lembrou que além do governo Federal, que já liberou os R$ 3 mil iniciais do projeto (que deverá ter um custo total de R$ 5 milhões), há o apoio dos lojistas, que estão negociando as desapropriações dos terrenos e da Prefeitura, que terá a competência de executar o projeto.

Alguns donos de imóveis deverão ceder cerca de sete metros de suas lojas para a construção do corredor, que será coberta com instalações metálicas. Em troca, terá um espaço moderno e valorizado pela movimentação dos usuários.

Conforme o ministro, o projeto oferece uma solução para os feirantes localizados no chamado Beco da Poeira e essa iniciativa promove toda a revitalização da Praça José de Alencar à Praça e da Estação, ligadas por um grande corredor comercial e turístico”, disse.

A obra está marcada para ter início no próximo ano. No entanto, o ministro acredita que os serviços ainda podem começar este ano, caso haja uma agilidade no processo de desapropriação dos terrenos.

Os próximos passos, segundo informou o secretário extraordinário do Centro, José Nunes Passos, são o desfecho de todas as desapropriações ao longo do corredor e, com isso, iniciar o processo licitatório.

De acordo com o ministro, haverá um benefício especial para o micro-empreendedor individual, o que é uma reivindicação do comércio, da sociedade brasileira e atende principalmente as metas da Previdência Social.

Pimentel foi relator do orçamento de 2007 para o exercício de 2008, quando destinou recursos para esse projeto, sendo já empenhados R$ 3 milhões, que visa a modificar de forma intensa o centro da cidade.

Essa etapa de discussão compreende o que vai se chamar Rua das Praças. Será o trecho entre as praças José de Alencar e a da Estação. Toda essa área deverá ser aberta para dar lugar a uma larga avenida, contando, no seu entorno de lojas.

Além disso, e numa fase, seguinte, outra área que será aberta é a que liga a José de Alencar à Lagoinha. O mercado da Poeira será transferido para o prédio da antiga fábrica de tecidos da família Pompeu de Souza, localizada na Avenida do Imperador. Naquele local, será construído um shopping com garagens subterrâneas e que abrigará toda as lojas que estão hoje compreendidas no trecho entre a praça da Lagoinha e a José de Alencar.

O ministro Pimentel informou que a verba para a execução da obra já está assegurada, assim como o dinheiro para modificar a estrutura da Praia de Iracema. O prédio da velha alfândega, onde funciona uma agência da Caixa Econômica, será transformado num centro cultural da Caixa.

O QUE ELES PENSAM
Como o Sr. avalia a proposta?

Temos uma compreensão que todas as cidades valorizam seus centros e aqui não poderia ser diferente. Esse projeto Rua das Praças vai dar uma nova vida para essa área do Centro, que se encontrava morta e evitada por muitos fortalezenses. Além de trazer impactos na movimentação, também desponta para ser um importante referencial de atrativo turístico para Fortaleza.

Honório Pinheiro
Presidente da CDL

A Prefeitura de Fortaleza tem grande interesse nesse empreendimento, porque envolverá, pelo menos 70 estabelecimentos comerciais. Haverá uma nova vida para aquele local e atende-se, assim, a uma antiga reivindicação da Câmara dos Diretores Lojistas (CDL) e de toda a comunidade de lojistas e usuários do Centro de Fortaleza, ou seja, da população da cidade em geral.

José Nunes Passos
Secretário extraordinário do Centro

Fonte http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=581887

Deixe um comentário